sexta-feira, 15 de abril de 2011

PROGRAMAS DE ATENDIMENTO ÀS FAMÍLIAS


Matéria: Família e Sociedade

Palavras chave: família, rede, apoio

Objetivos
     Refletir sobre a importância e os objetivos da rede social de atendimento à família e seus membros;
     Conhecer os principais programas governamentais de atendimento à família.

Conceito de rede
A palavra rede origina-se do latim retis, que significa entrelaçamento de fios que formam um tecido. - (WITHAKER, 1990, p. 18).

O que são REDES SOCIAIS ?
 Sabe-se que redes são agrupamentos de iniciativas já existentes nas esferas públicas e privadas.

Objetivos das REDES SOCIAIS ?
     Trocar e divulgar informações
     Implementar e potencializar serviços;
     Mobilizar;
     Construção estratégias – captar recursos;
     Empoderar .

REDE SOCIAL


J Habitação
J Assistência social
J Saúde
J Educação
J Segurança
J Lazer e cultura
J Geração de renda

Qual a importância da rede social no atendimento à família?
     Otimização das ações;
     Apoio e interação;
     Fortalecimento sem nível hierárquico;
     Resultados.

Alguns programas de atendimento à família
Programa Bolsa Família - (PBF);
Programa de Atenção Integral à Família - (PAIF);
Programa Saúde da Família - (PSF);
Núcleos de Apoio à Saúde da Família - (NASF).

Programa Bolsa família – (PBF)
     Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS);
     Público-alvo;
     condicionalidades.

O PBF é pautado na articulação de três dimensões essenciais à superação da fome e da pobreza:
     Promoção do alívio imediato da pobreza (emergencial);

Programa de Atenção Integral à Família (PAIF)
     Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS);
     Objetivos fortalecer a função protetiva da família;
     Público-alvo;
     Condicional idades.
     Conjunto de ações de acolhida, informação, orientação e inserção nos serviços assistenciais;
     Acompanhamento sócio familiar ;
     Desenvolvido no CRAS

Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF)
     Forma de atuação: responsabilização compartilhada entre as equipes saúde da família e Nasf;
     Não se constitui porta de entrada;
     Atuação integrada a rede de serviços de saúde
     NASF 1;
     NASF 2;

SUAS - Sistema Único de Assistência Social
É um sistema constituído pelo conjunto de serviços, programas, projetos e benefícios, no âmbito da assistência social, prestados diretamente ou por meio de convênios com organizações sem fins lucrativos, por órgãos e instituições públicas federais, estaduais e municipais da administração direta e indireta e das fundações mantidas pelo poder público.

Política Nacional de Assistência Social
     Busca incorporar as demandas presentes na sociedade brasileira no que tange à responsabilidade política,
     Objetivando tornar claras suas diretrizes na efetivação da assistência social.
     Direito à proteção social básica e especial;
     Direito à renda mínima (benefícios de transferência de renda);
     Direito à inclusão produtiva;
     Direito a um lugar de referência para acessar os serviços de assistência social (CRAS).

Proteção Social Básica
     Destina-se à população em situação de vulnerabilidade em decorrência da pobreza;
     Ausência de renda e precário acesso aos serviços públicos;
     Nesta proteção não houve rompimento de vínculos.

Proteção Social Especial
     Destinatários: famílias e indivíduos que se encontram em situação de risco pessoal e social, por ocorrência de:
     Abandono;
     Maus-tratos;
     Físicos e/ou psíquicos;
     Abuso sexual;
     Cumprimento de medidas sócio-educativas;
     Em situação de rua;
     Situação de trabalho infantil;
     Outras razões

Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS)
     Pólo de referência, coordenador e articulador da Proteção Social Especial;
     Oferta de serviços continuados de assistência social a indivíduos e famílias com seus direitos violados.

Proteção Social Especial de Média Complexidade
Oferta atenção às famílias e indivíduos com seus direitos violados, mas cujos vínculos familiares e comunitários não foram rompidos

Proteção Social Especial de Alta Complexidade
Oferta atenção às famílias e indivíduos que se encontram sem referência e/ou em situação de ameaça, necessitando ser retirados de seu núcleo familiar e/ou comunitário.

O atendimento às famílias é realizado por :
     Territorialização
     CRAS

CRAS
     É a unidade pública estatal responsável pela oferta de serviços continuados de proteção social básica de assistência social às famílias e indivíduos em vulnerabilidade social;
     A “porta de entrada”,
     No CRAS, uma equipe técnica composta por assistentes sociais e psicólogos presta os serviços e ações à família.
     Programa de Atenção Integral à Família;
     Inclusão produtiva;
     Programas de incentivo ao protagonismo infantil e juvenil;
     Serviços sócio-educativos.

C R A S

GRUPOS
Idosos;
Gestantes;
Inclusão Produtiva;
Habilidades;
Família Fortalecida;
Nutrizes;
Projeto Ciranda;;
ProJovem;
Telecentro


Grupo família fortalecida
     Busca valorizar as famílias propiciando condições para que possam :
     Discutir assuntos;
     Adquirir conhecimentos;
     Ampliar a consciência critica para lutarem pelos seus direitos;
     Fortalecer suas potencialidades

Grupo Nutrizes
     Propiciar desenvolvimento infantil saudável a crianças de 0 a 6 anos de idade;
     Enfocar os cuidados básicos, a estimulação e a efetividade.

Concluindo
     Trabalhar com famílias em situação de vulnerabilidade  requer dos técnicos:
     Flexibilização;
     Determinação;
     Conhecimento;
     Outros atributos
     Entender a família: em processo de mutação;
     Vulnerabilidade;
     Sua fragilidade;
     Enxergar a família em sua totalidade e não isoladamente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário